Páginas

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

MASTURBAÇÃO É PECADO?

Conversando certa vez com um jovem, ele me disse: “Eu me masturbo pelo menos umas três vezes por dia”. Fiquei chocado e surpreso com tal revelação. Se fosse verdade o que dizem acerca da masturbação, esse jovem deveria ter o rosto cheio de espinhas e as mãos peludas, o que ele não apresentava. A princípio, pensei em nunca mais apertar a sua mão novamente, mas depois, continuando a nossa conversa, buscamos uma maneira de ajuda-lo a vencer este hábito praticado não apenas por adolescentes, mas por muitos.

Uma pergunta que costumam fazer é: “Será que é pecado se masturbar?” De fato, não há nenhum versículo bíblico do tipo “Não se masturbarás”. Não faz muito tempo, lendo em alguns sites da internet, encontrei diversas pessoas que afirmam cultivar essa prática, mesmo se declarando cristãs, dizendo que não há nenhum mal nisso, inclusive, citando várias razões para justificar o ato. Há também diversos sexólogos que afirmam que essa é uma prática normal e importante para que o adolescente se conheça melhor, se descubra,... Lendo isso, concluí que, se você é do tipo que quer manter esse hábito e busca razões para isso, na internet você encontrará um monte, mas se você pensa de maneira diferente, continue a ler esse texto.

Como dito acima, não há mandamento explícito a esse respeito, mas se formos mais a fundo e observarmos, não a prática em si, mas o que motiva esse ato, encontraremos muita informação na Palavra de Deus. Vamos começar. Procurarei ser simples e direto.

O ato da masturbação decorre da lascívia que toma conta da mente e do coração da pessoa. Para quem não sabe, lascívia é um desejo sexual incontrolável, e só para lembrar, ela consta nas obras da carne relatadas por Paulo em Gálatas 5.  Lascívia é pecado, e deixar-se dominar pela lascívia é perigoso e te levará para fora do Reino de Deus.

Ora, as obras da carne são conhecidas e são: prostituição, impureza, lascívia,... e coisas semelhantes a estas, a respeito das quais eu vos declaro, como já, outrora, vos preveni, que não herdarão o reino de Deus os que tais coisas praticam.” (Gálatas 5:19-21)

Vale lembrar que Jesus, no Sermão do Monte, falou que qualquer que olhar para uma mulher, com intenção impura, no coração, adulterou com ela. Dessa forma, se um jovem vê alguém e vai se masturbar, está dando ensejo à lascívia e cometendo um pecado. Alguns podem até argumentar: “Mas se eu me masturbar pensando na cadeira da cozinha ou na tomada da sala?” Bom, nesse caso eu sugiro que você procure um médico especializado para o tratamento de loucura!

Um outro ponto a ser destacado é que a masturbação torna-se um vício, e como tal, acaba dominando a pessoa, fazendo-a escrava do hábito, o que acarreta sérios problemas para a vida como um todo. Como o apóstolo Pedro escreveu em 2 Pedro 2:19 (NTLH): “cada pessoa é escrava daquilo que a domina.”

Finalizando, se você tem o costume de se masturbar e quer ficar livre desse hábito, levante a sua mão, melhor, levante as duas mãos. Agora as mantenha para o alto durante algumas semanas... Brincadeiras a parte, deixe-me expor alguns versículos bíblicos que possam lhe ajudar neste sentido.

Pois esta é a vontade de Deus: a vossa santificação, que vos abstenhais da prostituição; que cada um de vós saiba possuir o próprio corpo em santificação e honra, não com o desejo de lascívia como os gentios que não conhecem a Deus” (1 Tessalonicenses 4.3 – 5)

Você já ouviu falar de santificação? Pois é, então se santifique. Saiba que sem ela ninguém verá ao Senhor, conforme diz em Hebreus 12:14.

Se você alimenta a sua carne com pornografia, obscenidade, programas de TV e filmes que exploram o sexo, de maneira lógica, isso o impulsionará a praticar tal ato, portanto cuidado com aquilo que você vê. Cuide de seus pensamentos procurando não alimentá-los caso alguma imagem erótica surja em sua mente. Fuja de todo tipo de imoralidade.

Finalmente, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isso o que ocupe o vosso pensamento” (Filipenses 4.8)

De minha parte, recomendo que você evite o tempo ocioso, pois como já diz o ditado popular: “Mente vazia, oficina de satanás”. Procure estudar, ler, manter comunhão com Deus, praticar algum esporte, construir amizades reais! (desligue um pouquinho o computador)... Agora, se você prefere ficar em casa o dia inteiro, deitado no sofá, pensando em sexo, não será surpresa se você fizer igual ao personagem principal do filme “American Pie”.

“E se eu cair? O que faço?”. Primeiramente não se desespere ou se autoflagele. O ato mais correto é reconhecer o erro e confessa-lo a Deus. Vale lembrar que: “Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça.” (1Jo1:9)

No mais, faço do apóstolo João as minhas palavras acerca da motivação para escrever esse texto: “Filhinhos meus, estas coisas vos escrevo para que não pequeis. Se, todavia, alguém pecar, temos Advogado junto ao Pai, Jesus Cristo, o Justo” (1João 2:1), e se você tiver mais alguma dúvida ou discordar do que escrevi, fique livre para expor o seu comentário.

Em Cristo,

Wagner R. Garcez
















sexta-feira, 17 de setembro de 2010

CUIDADO COM O "EU"

Ouvi certa vez uma história que ilustra muito bem o tema que desejo falar.

Havia um sapo em um pântano que não estava satisfeito com o seu modo de ser. Olhava para o céu e invejava as aves, que voavam alegremente...
— Como eu gostaria de voar — suspirava.
Um dia, teve uma idéia brilhante. Chamou dois amigos pássaros e combinou com eles o seguinte:
— Vou morder esse pedaço de árvore, e vocês seguram de um lado e do outro do galho. Quando vocês baterem as asas, voaremos juntos.
Os pássaros concordaram, e lá estava o sapo sobrevoando a floresta... Tudo parecia ir bem, quando os animais, embaixo, resolveram fazer comentários elogiosos acerca do que viam.
— Que idéia extraordinária! Quem teve essa idéia? — perguntavam. À medida que o sapo ouvia os comentários,enchia-se de orgulho. Não suportando mais, respondeu:
— Eeeeeeeu! — Buuum!

Este mundo pós-moderno de hoje prega que o "eu" é mais importante do que qualquer coisa, que não precisamos nos importar com as pessoas, e que o mais importante é estarmos bem e sermos os melhores em tudo. Infelizmente, esse conceito acaba entrando também na igreja onde as pessoas priorizam as suas próprias necessidades e só querem servir a Deus para se mostrarem como os melhores naquilo que fazem, buscando popularidade, desejando fazer parte do ministério que faz mais "sucesso" ou buscam ser líderes de alguma coisa e acabam se parecendo com os fariseus (Lucas 18: 10-13).

Muitos agem como se Deus não conhecesse o desejo do nosso coração, ou as nossas motivações. Ele quer sinceridade. Ele não quer que as nossas atitudes sejam com a intenção de "aparecer" para alguém, de querer ser o centro das atenções. Não devemos buscar participar de um ministério só porque todo mundo participa. Devemos deixar que Deus nos revele o lugar que Ele quer, conforme o dom que Ele nos deu.

" Quem se engrandece será humilhado, mas quem se humilha será engrandecido" (Mateus 23:12)

Mônica de Jesus Gomes

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

APRENDENDO A ESPERAR

Como falar de esperar em um mundo onde tudo acontece tão rapidamente e o sentimento de urgência arde dentro de todos nós? Não é à toa que a ansiedade é um dos grandes males que acometem esta geração.
 
A história bíblica nos conta que no segundo ano do reinado de Saul, os filisteus reuniram-se para lutar contra Israel. Veja a orientação que Samuel deu a Saul: “Tu, porém, descerás adiante de mim a Gilgal, e eis que eu descerei a ti, para sacrificar holocausto e para apresentar ofertas pacíficas; sete dias esperarás, até que eu venha ter contigo e te declare o que hás de fazer”. (1Samuel 10:8)
 
Saul deveria esperar por Samuel, que representava a voz de Deus naquela ocasião, mas veja o que ele fez: “Esperou Saul sete dias, segundo o prazo determinado por Samuel; não vindo, porém, Samuel a Gilgal, o povo se foi espalhando dali. Então, disse Saul: Trazei-me aqui o holocaustos e ofertas pacíficas. E ofereceu o holocausto. Mal acabara ele de oferecer o holocausto, eis que chega Samuel;... Então, disse Samuel a Saul: Procedeste nesciamente em não guardar o mandamento que o Senhor, teu Deus, te ordenou; pois teria, agora, o Senhor confirmado o teu reino sobre Israel para sempre. Já agora não subsistirá o teu reino. O Senhor buscou para si um homem que lhe agrada e já lhe ordenou que seja príncipe sobre o seu povo, porquanto não guardaste o que o Senhor te ordenou.” (1Samuel 13:8-10,13). Ao lermos o livro de 1Samuel, encontramos algumas outras razões que culminaram no desastre de Saul, mas eu quero destacar de forma simples, que por não saber esperar, ele perderia o seu reinado.

Após o ocorrido acima, Deus levou Samuel à casa de um homem chamado Jessé, onde ele deveria ungir aquele que seria o próximo rei de Israel, isto é, Davi. É interessante observar que o reinado de Davi não se daria logo de imediato à unção recebida. Era necessário esperar o momento certo onde Deus tiraria Saul do trono.

Muitos amigos de Davi, com toda a boa intenção, o orientaram por diversas vezes a acabar com a vida de Saul, que o perseguia implacavelmente, e assim assumisse a sua posição como rei de israel. De fato, oportunidades não faltaram a Davi, mas ele compreendia que essa não era a maneira correta de agir. Ele preferia esperar que Deus o colocasse no posto, o que realmente ocorreu, um longo tempo depois.

Trazendo para os nossos dias, quantos adolescentes tomam atitudes precipitadas sem antes terem o aval do Senhor. Muitos, na sua ansiedade, ouvem os seus amigos, ouvem o seu próprio coração, e acabam tomando atitudes equivocadas, e dias depois estão colhendo o fruto amargo do seu ato precipitado. Saul não soube esperar e perdeu o reino. Davi soube esperar e teve o seu reino confirmado. Muitos, por não saberem esperar, perdem bênçãos maravilhosas que Deus lhes preparou.

Finalizando, antes de tomar qualquer decisão, fale com Deus, leia a Sua Palavra, converse sobre o assunto, reflita, busque ouvir com clareza a voz de Deus.

E você? Sabe esperar?

"Não é bom proceder sem refletir, e peca quem é precipitado". Provérbios 19:2

Wagner R. Garcez

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

RASGANDO O VERBO



Em determinados momentos da nossa caminhada cristã, nos deparamos com alguns questionamentos que são válidos, mas que são vistos por outros como falta de fé, então, com medo de questionar, carregamos estas incertezas em nosso coração.   Para evitar isso, solicitamos aos nossos adolescentes que colocassem num papel todas as dúvidas que tivessem acerca de temas como fé, carreira, sexualidade, entre outros, com o objetivo de serem discutidas e respondidas neste bate-papo.  Entre os vários questionamentos que serão abordados, falaremos sobre:  Há como comprovar a existência de Deus?  Existe realmente um inferno? É errado pista de dança em festa cristã?...
Venha participar conosco deste encontro, traga suas dúvidas e também um amigo consigo.

ARREPENDIMENTO

Quando lemos nas páginas da Bíblia a história da vida de Davi, vemos que ela foi marcada não apenas por fatos positivos. O relato encontrado nos capítulos 11 e 12 de 2Samuel nos apresentam um detalhe negativo na vida deste rei, marcada pelo terrível ato de adultério com uma mulher chamada Bate-Seba.

Explorando versículo por versículo, podemos observar vários erros que juntos contribuíram para a vergonha de Davi, mas algo que nos fala muito forte foi a atitude deste homem ao ser confrontado pelo profeta Natã.

Então, disse Natã a Davi ... Por que, pois, desprezaste a palavra do Senhor, fazendo o que era mau perante ele? ... Então, disse Davi a Natã: Pequei contra o Senhor...” 2Samuel 12:7-11.

Davi, cegado por seu desejo, cometeu um terrível pecado, mas ao ser confrontado, reconheceu o quão errado estava e arrependeu-se do mal que havia cometido perante Deus. Hoje, vemos que muitos ao serem confrontados com os seus erros, ao invés de assumirem, buscam culpados para assim justificarem-se.

Desta forma errônea procedeu o antecessor de Davi, Saul, que ao desobedecer a ordem expressa de Deus, dada pelo profeta Samuel, não reconheceu o seu erro, colocando sobre o povo a culpa de sua irresponsabilidade.

Prosseguiu Samuel:...Por que, pois, não atentaste à voz do Senhor, mas te lançaste ao despojo e fizeste o que era mau aos olhos do Senhor? Então, disse Saul a Samuel: Pelo contrário, dei ouvidos à voz do Senhor e segui o caminho pelo qual o Senhor me enviou;...mas o povo tomou do despojo ovelhas e bois....” 1Samuel 15:17-21

Se você pecou, desviando-se da vontade de Deus, o melhor caminho a se tomar é o caminho do arrependimento. O Deus a quem servimos é um Deus que perdoa pecados, portanto, aproxime-se Dele, confesse-os a Ele, pois conforme declara João:

Se confessarmos os nossos pecado, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça. Se dissermos que não temos cometido pecado, fazemo-lo mentiroso, e a sua palavra não está em nós.

Filhinhos meus, estas coisas vos escrevo para que não pequeis. Se todavia, alguém pecar, temos Advogado junto ao Pai, Jesus Cristo, o Justo; ele é a propiciação pelo nossos pecados e não somente pelos nossos próprios, mas ainda pelos do mundo inteiro.” 1João1:9,10; 2:1,2

Tenha sempre em sua vida o temor de Deus. Evite uma vida fora da vontade do Senhor. O pecado nos afasta de Deus, e traz terríveis conseqüências para a nossa vida. Portanto, medite nos textos bíblicos e nessa palavra que você acabou de ler, e, se porventura Deus lhe trouxer à memória algo que você vem fazendo e que não corresponde à vontade Dele para a sua vida, eu te convido a arrepender-se e abandonar o seu pecado. Faça essa oração, descrita no Salmo 51, escrito por Davi.

Compadece-te de mim, ó Deus, segundo a tua benignidade; e, segundo a multidão das tuas misericórdias, apaga as minhas transgressões.  Lava-me completamente da minha iniqüidade e purifica-me do meu pecado.  Cria em mim, ó Deus, um coração puro e renova dentro de mim um espírito inabalável.” Salmo 51:1,2,10


Wagner R. Garcez

domingo, 22 de agosto de 2010

Related Posts with Thumbnails